Barbara Marcel

barbara.marcel@yahoo.com.br


HUMAITÁ



2013, 2 desenhos originais, tinta em papel, dimensões variáveis. Publicação, parte do Projeto "Language is an invisible Landscape", da artista portuguesa Marta Leite.

"Spiel im Morgengrauen", é um livro do autor Arthur Schnitzler que conta a história de um apostador. A partir deste livro se dá início nossa reflexão sobre a expressão alemã "Morgengrauen" (uma manhã cinza), colocando lado a lado, névoa e desejo para o retorno de um rei português, e uma manhã sangrenta na Islândia.

Em outras palavras, o foco de nossos pensamentos era confrontar o conceito de "Amanhecer" com seu próprio significado em diferentes línguas. Dirigindo-lo através de várias perspectivas, desde a dimensão mais sociológica, cultural e histórica da linguagem, até o emocional. O livro reúne uma variedade de pensamentos, traduzidos em diferentes mídias, um imaginário que não pretende ser mais do que isso.

Uma reflexão coletiva sem fronteiras, metodologias ou sistemas, feita por: Yasmim Assade, Freja B äckman, Jóhannes Benediktsson, Emilie Bernard, Hyeisoo Kim, Gaelle Kreens, Catarina Laranjeiro, Marta Leite, Barbara Marcel, Dídio Pestana, Eirik Sordal, Benedikt Terwiel, Marco Ugolini, Francisca Villela, Mário Gomes & Elisa Balmaceda, Mariana Caló & Francisco Queimadela e uma entrevista com Gudbergur Bergsson.


1/1

HUMAITÁ
HUMAITÁ
HUMAITÁ
HUMAITÁ
HUMAITÁ
HUMAITÁ
HUMAITÁ

Barbara Marcel

2018